A arte de fazer malas
Carla Vilhena
24 ago 2016


Prometi fazer um post sobre malas e aqui está ele, fresquinho depois da minha viagem de férias, em que tive que fazer e desfazer várias vezes a minha mala e a das crianças.

Quantos quilos posso levar?

Algumas recomendações sobre viagens de avião, o que pode e o que não pode, eu já deixei neste post anterior. Basicamente, as companhias aéreas permitem, em viagens dentro do Brasil, que o passageiro leve até vinte quilos de bagagem despachada e cinco quilos em um volume a bordo, além da bolsa. Nos voos internacionais, a coisa varia muito. Há voos internos na Europa e Estados Unidos que, por serem considerados de “baixo custo”, limitam a bagagem a pouquíssimos quilos e até as dimensões da única bolsa (bem pequena) que pode ser levada a bordo.

Caso você tenha muita coisa, é preferível comprar os quilos a mais com antecedência no site. Pagar excesso na hora do check-in, no aeroporto, é sempre mais caro. Se você tiver muita bagagem mesmo, é melhor optar por viagens de trem ou alugar um carro. Voos intercontinentais costumam ser um pouco mais liberais, mas é bom sempre consultar a franquia de bagagem da sua tarifa.

Seja prático

O ideal é sempre carregar bem pouca coisa. Facilita muito os deslocamentos e esse trabalho de fazer e desfazer malas. A maioria dos hotéis conta com aquele varalzinho, uma cordinha que se puxa da parede dentro do box. Na falta dele, é possível usar os cabides do armário para estender roupas, cuecas, calcinhas, camisetas. Para lavar, use a pia (que normalmente tem tampo para fechar) e o sabão líquido ou shampoo para deixar de molho. Assim, levando menos roupas e lavando quando for necessário, você consegue viajar em qualquer companhia aérea.

Uma ideia é levar uma mala de bordo com suas coisas dentro de outra um pouco maior. Faça sua viagem, passeie e deixe compras para o final, para a última cidade antes de embarcar de volta pra casa. Aliás, compras estão bem caras quando pagas em dólar ou euro. Pense dez vezes se vale a pena. Principalmente quando você compara com o Brasil, onde se pode parcelar em várias vezes e não tem o IOF de 6% sobre as transações internacionais.

Como fazer a mala

Voltando à mala. Combinar cores de roupas neutras facilita na hora de se vestir. Cinza, preto, bege, combinam com tudo. Componha com peças coloridas, como lenços e camisetas e pronto. Pouca coisa pode se transformar em muitos looks. Não esqueça uns vestidos mais arrumadinhos, que podem ser transformados em roupas de noite com algumas bijouterias chiques. Cuidado com joias, pois muitos hotéis não contam com cofres (ou exigem pagamento extra).

Na hora de montar sua mala, use uma nécessaire bem prática, daquelas que podem ficar penduradas no banheiro. Se não tiver, ponha um mosquetão, daqueles de pendurar chave, na alça da nécessaire.

  20160823_224529

Na falta de uma bancada, você usa o gancho de pendurar toalha e tudo fica à mão e organizado. Na nécessaire, ponha shampoo, condicionador, sabonete, escova de dentes, pasta, pente, lixa de unha, uma tesourinha de ponta arredondada, touca de banho, algodão, cotonetes, filtro solar, repelente, absorvente (para mulheres), apetrechos para barbear (para homens). Não esqueça o adaptador universal de tomadas. Alguns vêm com entradas USB, utilíssimas!

20160823_224334

Que roupas levar

Se o lugar para onde você vai for frio, leve blusas de manga comprida do tipo “segunda pele”, que são fáceis de lavar, não amassam e podem ser usadas embaixo de camisetas. Roupas de malha são ideais, pois não amassam e são confortáveis para viajar. Um tênis, uma sandália rasteira e uma com salto (cores neutras!), um chinelo, um pijama leve (use a coberta da cama para se aquecer).

20160823_224903

Botas não são recomendáveis, a menos que sejam daquelas molinhas, que não amassam na mala. E sempre, sempre leve roupa de banho. Você não vai querer perder aquele hotel que tem sauna e piscina aquecida, mesmo num lugar frio.

20160823_225036

Agora vamos colocar tudo dentro da mala. Comece pela nécessaire. Não deixe espacinhos livres. Encaixe o estojo de maquiagem (bem pequeno: leve base, pó, uma sombra com duas cores, um lápis de olho ou delineador, rímel e batom). Um saquinho de plástico é bom para o filtro solar não vazar. Enrole camisetas, shorts, pijama e calças e pressione bem um contra o outro.

20160823_225527

Ocupe os cantos, coloque calcinhas e sutiãs em um saquinho separado, sapatos em saquinhos de pano ou plástico, por cima das roupas.

20160823_225948

Finalize com o casaco dobrado por cima. Se você estiver com frio, não precisa desfazer toda a mala para pegá-lo. Evite camisas de gola, coisas que amassam ou têm que ser lavadas a seco. Não é fácil usar lavanderias no caminho.

20160823_230043

Finalizando, leve dentro da mala, dobradinha, uma sacola de nylon, pois a mala costuma “inchar” durante a viagem. Aquelas compras de lembrancinhas para a mãe, a avó, os amigos, têm o poder de nos surpreender.

20160823_230406

Espero ter sido útil. Boa viagem!









12 comentários


///////////////

  1. Cida Costa

    Muito legal suas dicas Carla. Bjs

  2. Patricia

    Adorei as dicas, não viajo om gostaria kk mas toda vez levo muito excesso… preciso demais aprender a simplificar… bjs

    1. Carla Vilhena

      Depois você me diz se conseguiu.
      Espero que suas viagens passem a ser mais leves… beijo e obrigada pelo comentário!

  3. Gabriela Amorim

    Amei! Sempre colocava meu casaco por baixo pq era grande, e tinha problemas na hora de tirar… rs

  4. Simone

    Por acaso, estou fazendo mala agora!! Ajudou muito! Bjs e sucesso!!

  5. Graziela

    Tô impressionada!
    Costumo otimizar minha mala tb e colocar as coisas parecidas como essas que vc fez.
    Mas, para quantos dias foi essa mala? kkkkk
    É que achei ela muuuuito pequena kkkkkk
    E muito pouca roupa, mesmo sendo peças neutras.

    1. Carla Vilhena

      Meu recorde foi fazer uma mala desse tamanho para 15 dias… o problema é que nós temos que levar uma mala bem pequena para fazer viagens de reportagem, senão ela não cabe no carro alugado, junto com a mala de todos os integrantes da equipe, mais o equipamento de gravação. É claro que eu preciso lavar um pouco de roupa às vezes, numa parada mais longa. Mas, normalmente, essa mala é adequada para um fim de semana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sugeridos para você:

///////////////