Veneza, o improvável tornado possível
Carla Vilhena
05 dez 2016


Veneza é um prodígio de engenhosidade

20160719_114011

Formada originalmente por várias ilhas, Veneza enriqueceu como entreposto comercial e financeiro sob a proteção do Império Romano do Oriente, sediado em Bizâncio (por isso as características mouriscas de suas edificações). Com a riqueza adquirida, a cidade chegou a ter 150 mil moradores e se tornou a terceira em população da Europa. Mas como alojar toda essa gente, se as ilhas estavam lotadas?

Aumentando o território!

Foi aí que os habitantes criaram uma maneira de construir sobre a água. Fincaram pilares de madeira no fundo argiloso do mar, fizeram aterros usando o próprio sedimento do fundo dos canais e cobriram tudo com grandes placas de pedra. Para estabelecer os limites dos novos terrenos conquistados ao mar, cercaram tudo com tijolos e deixaram canais para fazer as vezes de ruas. Isso são as chamadas Fondamenta, partes acrescentadas à cidade.

Hoje, esta maravilha está ameaçada pela própria natureza que desafiou. O mar está cada vez mais alto, consequência do efeito estufa e do derretimento das calotas polares. A própria fondamenta assentou por causa do peso. Por isso, as marés altas são impressionantes em Veneza, e a água toma conta até da piazza San Marco, a principal da cidade.

Nikon Pedro 1272

Um mundo de turistas20160719_115517

Por ser uma cidade tão diferente, única no mundo, o afluxo de turistas é intenso. Não dá pra encontrar um cantinho de Veneza que não esteja ocupado por milhares de pessoas em constante admiração. As câmeras registram cada ângulo. É preciso ter paciência para aguardar uma oportunidade de fotografar os lugares mais disputados, como a ponte dos Suspiros.

Nikon Pedro 1260

Caminhos sempre diferentes

No entanto, cada visita vale a pena. Já fui a Veneza em todas as estações do ano, e em cada uma a magia é diferente. E, pelas características das ruas e canais, só é possível andar em Veneza de barco ou a pé. É impossível repetir os caminhos das visitas anteriores.

Nikon Pedro 1238

Nikon Pedro 125320160719_112331Nikon Pedro 1265

Nikon Pedro 128420160719_142819

Em meio a tantas lojinhas, uma me chamou a atenção. Esta não parece feita especialmente para o blog?

dscn2053

(fotos Pedro e Clarissa Vilhena Pinheiro)









13 comentários


///////////////

  1. Cida Costa

    As fotos estão lindas!

  2. Cida Costa

    Foto linda!

  3. Gabi Amorim

    Lojinha perfeita mesmo, personificação do blog 😀

  4. Monica Buriche

    Que lindo… Veneza é um sonho!!! E com você que conhece tudo de Italia fica ainda melhor!!!

  5. Alberto Almeida Almeida

    #O lugar é SUPER bonito, e completa toda paisagem com vc Carla Vilhena.! #????????????.!

  6. Rogerio

    Carla, Veneza realmente é uma cidade única, inesquecível e transformadora. Quem se permite levar pelo tempo, volta alguns séculos, caminhando pelas ruas cujo único barulho é o das marolas batendo nas margens, ou dos gondoleiros remando ou cantarolando. Caminhar à noite pelas ruelas e sentir esse silêncio é uma experiência que poucos valorizam. Fiz isso em uma estada breve, durante o Carnaval de 2015, período mais interessante ainda para conhecer a cidade. Curti reviver essa nostalgia em suas postagens. Buon viaggio!

    1. Carla Vilhena

      Rogério, você tem toda razão, e a cada vez que volto a essa cidade mágica, descubro mais coisas incríveis.

  7. ANTONIO D AGOSTINO

    Senhora Carla:
    Em Veneza estão construindo comportas dentro do mar mais ou menos de 2,5 metros de altura, que na época da mare Alta, através da meteorologia já levantar as comportas para deter o avanço do mar, não sei ainda quantas serão necessárias, mas já tem alguma pronta.

    1. Carla Vilhena

      Confio na capacidade e na criatividade do ser humano para achar respostas para esses problemas que tanto nos afligem, como esse das inundações de Veneza.
      Que bom que você me diz que algo já está sendo feito, Antônio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sugeridos para você:

///////////////