Um lugar chamado Notting Hill – a chegada a Londres
Carla Vilhena
06 jun 2018


Já expliquei aqui sobre a viagem que eu e meu marido fizemos no ano passado. Agora, vamos contar como foi. Primeira parte: a chegada a Londres!

E por que Londres? Primeiro, porque minha amiga querida, Gabriela, que me ajudou a criar o blog, se mudou para Londres há um ano e eu não aguentava mais de saudades. Segundo: adoro a Grã-Bretanha e desde que estive lá, há trinta anos, sempre sonhei em voltar. Sim, já fazia trinta anos da minha primeira viagem.

O que eu iria encontrar, desta vez?

Resolvemos ficar hospedados de forma bem britânica, numa casa típica, de uma rua típica, num bairro típico. Não havia muitos turistas por ali, e pudemos desfrutar de uma rotina quase igual à de um nativo. Como alugamos um apartamento, tivemos que fazer nossas comprinhas e viver como se estivéssemos morando ali. Veja o vídeo que mostra o momento de nossa chegada a Londres:

Ficar assim num outro país é muito legal, pois tivemos a oportunidade de frequentar mercadinhos e lojinhas bem locais, sem aquele afluxo às vezes irritante de hordas de turistas.

Um dos muitos brechós da Portobello Road

Portobello Road, num lugar chamado Notting Hill

A rua que eu cito no vídeo, Portobello Rd., fica no bairro charmosíssimo de Notting Hill. Sim, você já conhece bem esse nome! Quem não suspirou ao ver aquele Hugh Grant atrapalhado de tanto amor por Julia Roberts, no filme “Um lugar chamado Notting Hill”?

A famosa livraria onde Hugh Grant conhece Julia, no filme, esteve fechada por anos. Felizmente, agora reabriu e funciona no mesmo lugar.

Outro atrativo do bairro são as inúmeras lojinhas de antiguidades e a feira, que eu cito no vídeo, que acontece todo fim de semana.

A famosa Portobello Road

Restaurantes e mercadinhos charmosos, além de deliciosas docerias, compõem esse simpático quarteirão, que parece que parou no tempo. Veja esta, onde me apaixonei pelo bolo de cenoura (carrot cake).

E o melhor: como na maior parte de Londres, duas estações de metrô (Underground, ou Tube, como eles dizem), Notting Hill Gate e Ladbrock Grove, tornam o bairro muito acessível, além de contar com várias linhas de ônibus.

Então, vamos passear!

 









Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sugeridos para você:

///////////////