Menu
l
22
JAN

Cabelos grisalhos, por que não?

Com o advento da TV  em alta definição, vários telespectadores me perguntam nas redes sociais: Você tem cabelos grisalhos?

Acho que a resposta choca tanto quanto a constatação. “Sim”, respondo. “Não pinto os cabelos há pelo menos 11 anos”.

A explicação é bem simples.

Primeiro, eu gosto da cor do meu cabelo. Já foi bem louro quando eu era mais jovem, hoje é um castanho acinzentado, muito difícil de reproduzir com as tinturas existentes no mercado. Um cabeleireiro me explicou uma vez que o tom castanho só é obtido usando pigmentos vermelhos. Ou seja, quando a tinta começa a perder a força, surgem os reflexos avermelhados, principalmente sob o sol, que destoam da cor natural do meu cabelo.

T030 1

Outra explicação é a fragilidade dos meus fios. A química, o sol, o calor do secador, a tração exercida pela escova, todas essas agressões são demais para um cabelo tão fraco como o meu. Infelizmente, desde o início da minha carreira, tive muito problema com meus cabelos crespos no ar. Ora os cachos não ficavam bem recortados no Chroma-key (efeito que sobrepõe a nossa imagem sobre um fundo falso), ora a direção de Jornalismo achava ousado demais um cabelo tão rebelde. Lembre-se de que eu comecei a carreira num mundo em que mulheres não podiam ter nem cabelos compridos na TV.

Durante alguns anos, frequentei um salão que fazia a tintura dos fios brancos apenas. Eles eram poucos, então a cabeleireira esticava os brancos sobre uma prancheta e aplicava a tinta sobre cada fio com um pincel. Com o inevitável aumento da quantidade de brancos, o processo ficou inviável, de tão demorado.

Aí veio a gravidez do meu filho mais novo, o Marcelo.

Como eu não podia usar químicas durante a gravidez e a amamentação, resolvi fazer uma experiência: deixar de vez de pintar.

O começo, vou confessar, é bem difícil. Nada mais horrível do que raízes brancas em um cabelo pintado. E quando os fios já estão metade pintados, metade brancos? Um desespero. Mas eu resisti e cheguei lá, cortando enfim o último trecho pintado. Vitória! Os fios ficaram grisalhos uniformemente, sem chamar tanto a atenção.

T06 15

Os anos passaram. Marcelo já está com 11 anos. E a quantidade de brancos é hoje muito maior do que era. Mas eu me habituei, e acho que a maioria dos que convivem comigo também. Sorte que a “onda” de mulheres de cabelos brancos parece estar chegando ao Brasil, provando que nós podemos ser elegantes e bonitas sem recorrer a tantos artifícios. Isso no Brasil, pois na Europa as mulheres já deixaram a escravidão da tinta há muitos anos. Pinta quem quer, não mais por obrigação.

Pois aí vão algumas dicas se você quiser arriscar algo parecido.

Primeiro, coragem! Suporte as críticas das pessoas que não conseguem se livrar das convenções.

Segundo: cuide muito bem dos seus cabelos. Não é porque você tem fios brancos, que eles podem ficar secos, desgrenhados, despenteados, desidratados.

Terceiro: use sempre pelo menos uma maquiagem básica, principalmente nos olhos. Se as sobrancelhas estiverem brancas, é melhor usar um pouco de lápis marrom para pintá-las, pois o branco delas associado ao dos cabelos é um pouco demais. Veja minhas dicas de maquiagem básica clicando aqui.

Quarto: use e abuse de penteados, cortes diferentes, no mínimo uma boa escova. O claro-escuro do cabelo grisalho fica muito bom com ondas e movimentos, como coques e cachos modelados. Atenção: o crespo natural em cabelos brancos dá uma aparência desleixada algumas vezes. Modele com um baby-liss na frente, pelo menos.

Carla_005

Nas fotos, você pode ver como os cabelos grisalhos compõem bem um visual elegante. Basta ter capricho… e atitude!

 

COMPARTILHE
por Carla Vilhena
Facebook Twitter Google Plus Pinterest WhatsApp E-mail
COMENTÁRIOS
(94) Comentário(s)
  1. Alicia Ramos Sorgi Macedo disse:

    Carla não imaginava vc de fios brancos …. Ainda mais vc jornalista o tempo TD no ar e com acesso aos melhores cabeleiras e produtos…. Na TV e fotos não aparece e continua linda❤❤❤tenho 55 e meus primeiros fios vieram aos 54 …. E confesso que qdo vejo minha raiz com alguns fios brancos fico deprimida parece q estou acabando ????????????❤❤❤ parabéns por sua atitude de liberdade.. te gosto é admiro ainda mais????????????❤❤❤

    1. Que bom ter sido uma surpresa boa! Você precisa saber se vai se sentir bem com os fios brancos. Se for uma decisão sua, vá em frente! Obrigada pelo carinho de sempre, aqui e nas redes sociais.

    2. Marcia disse:

      Tenho 37 anos e acredito que quase 50% dos fios brancos. Aguentei o quanto pude, mas a partir dos 30 tive que pintar. Nossa! Me bate uma despero quando as raizes começam a ficar branca! Meu Deus! O pior é que vou ter que diminuir o tempo entre uma tintura e outra… não consigo me ver nessa idade sem tinta no cabelo. Triste isso.

      1. Se você decidir optar pelos brancos, uma saída para não ser muito desesperador o momento das raízes brancas aparecendo é clarear aos poucos os cabelos até que as raízes brancas consigam crescer sem chamar tanto a atenção. Ou então, se você não fica incomodada com a tintura, continue pintando os cabelos até amadurecer sua decisão. Um beijo!

  2. Grazi disse:

    Bom dia Carla!
    Ótimo post. Estava ansiosa por ele rsrsrs
    Mas, fiquei com algumas dúvidas:
    1) A diretoria da emissora não se manifestou ou se colocou contra o seu grisalho, como fez com os cachos?
    2) Você usa algum shampoo específico para os brancos ou ainda não?
    Obrigada pela postagem. Certamente encorajará muitas mulheres. Participo de uns grupos no face de mulheres grisalhas, muitas querem deixar de pintar, mas ficam com medo.
    Eu estou sem pintar há quase 6 meses, tenho 40 anos, parece que ficarão como os seus, como se fosse luzes pois os fios estão espalhados pela cabeça e não concentrados em um lugar só.
    E estou adorando meu novo visual, ao mesmo tempo que me acostumo com ele.
    Muito lindo vê que cada mulher é mesmo única.
    Você conhece a página da Kika no YouTube e o blog da Rubia Rubita?
    Abraços.

    1. Na verdade, o problema com os cachos foi mais técnico, na época do chroma-key (como expliquei no texto). Depois, eu já usei em outras ocasiões sem problema, inclusive no SPTV e na reportagem. Prefiro os meus cabelos lisos, mas é uma questão de gosto mesmo.
      Quanto ao shampoo, nunca experimentei nada específico para brancos.
      Cada mulher precisa ver como se sente bem, pois cada uma é única, como você disse.
      Vou ver as páginas que você sugeriu.
      Obrigada pelos comentários!

  3. Gabriela disse:

    Mulher de coragem! Acho lindas suas madeixas naturais. E tem razão, a química faz cair muitos fios…

    1. Não sei se outras pessoas são tão sensíveis assim, mas comigo nunca deu certo…

  4. Tati buriche disse:

    Adorei! Eu também estou nessa situação porque estou amamentando então vamos Abraçar os fios brancos! Nem chama a atenção como imaginamos! Bjs

    1. Você vai ficar linda de qualquer jeito, Tati!

  5. luduvino disse:

    quem vai olhar para o cabelo se é pitado grisalho ou não, com esse sorriso e esse olhos maravilhosos, que se preocupa com cabelo és muito bela

    1. Muito obrigada, mas o importante é manter os cuidados, não deixar de qualquer jeito.

  6. Só voce consegue ficar linda com cabelos grisalhos…

    1. Você também conseguiria, tenho certeza.

  7. Bruno de Faria Rodrigues disse:

    Oie carlinha vc e lindisima mesmo viu…adoro seus cabelos,minha mae vive falando”nossa como a Carla consegue ser tao linda mesmo tendo filhos belos cabelos … “eu falei pra ela que vc tem um modelo de vida maravilhozo …vc se cuida muito bem,ai ela disse cm queria ser 60 % de como ela e heim..e minha mae e nova tem 40 anos..ela disse vou começar a seguir mais as dicas dela ????????parabens mesmo carlinha adoro seu cabelo de qualquer jeito ,hj no jornal nacional estava bm brilhozo lisinho ameiii,obrigado pela atençao ti adoroooo????????

    1. Eu que agradeço, e diga à sua mãe que tenho certeza de que ela é linda, pois “o essencial é invisível para os olhos”, nunca se esqueça!

      1. Ana Maria de Faria Campos disse:

        Oiiiii Carla Vilhena, sigo muito você no Instagram, mais resolvi visitar seu blog e achei muito bom… você é uma pessoa iluminada, Deus abençoe sempre sua vida… agora falando de cabelos, tenho 53 anos e nunca pintei os cabelos, acho que vou seguir suas dicas, pois também tenho os fios fracos, também gosto do meus primeiros fios brancos… Fico com receio que me achem uma mulher desleixada… será que não corro esse risco, por morar em cidade pequena… um grande abraço.

        1. Ana Maria, em cidade pequena e em cidade grande, o povo gosta de falar. E como todo mundo vai falar de qualquer jeito, não importa o que você faça, aproveite e faça o que você quer! Quanto à palavra “desleixada”, ela só se aplica à mulher, nunca ao homem que deixa os cabelos grisalhos, já reparou? Acho que isso é uma questão de as pessoas se acostumarem. Cada vez mais mulheres optam por não pintar os cabelos. Isso vai se tornar tão natural quanto é para os homens. Um abraço!

  8. Antônia Mota disse:

    Carla,que maravilha! Adorei saber disso!!!
    Estou com 53 anos e também resolvi não pintar mais meus cabelos…foi uma decisão radical,de uma hora pra outra! Mas não faz tanto tempo,só 3 meses .Eu já gostava de você e agora sou sua admiradora incondicional.
    Já observei pessoas me olhando de um jeito meio que desprezível. Ah,não me importo. Estou bem,estou feliz.
    Somos DEMAIS!!!

    1. Antônia, o começo, como eu disse, é bem difícil. Com o tempo você vai avaliar se gosta ou não. Nada impede que você mude de ideia, mas tem que ser uma decisão sua, não influenciada pelos outros. Ok? Boa sorte! Adorei seu comentário!

  9. Keila disse:

    Carla, desde que começaram a aparecer meus fios brancos, também me deu essa dúvida se pintava ou não. Decidi por enquanto, igual a vc não pintar, porque amo a coloração natural, mas os fios brancos começam a ficar rebeldes, sei que não posso adiar muito tempo a pintá-los porque só estão aumentando, mas enquanto puder mantê-los naturais, vou mantendo. Que bom encontrar alguém com a mesma opinião. Mas vc sabe que a pessão externa é grande, tipo porque vc não pinta, faz luzes, canso de ouvir isso. Adoro seus posts, continue do jeito que vc é. Sempre autêntica.

    1. Keila, você deve tomar a decisão a esse respeito. Não os outros. Se você gosta do que vê no espelho, ótimo! Se não gosta, não há nada errado em mudar de opinião. Se em algum momento você quiser pintar, é só começar. Eu ainda não senti necessidade. Mas o importante é que a decisão agrade a você, e não aos outros. Beijo!

  10. Cristiane disse:

    Oi Carla! Tudo bem? Que decisão legal essa sua. Tenho 34 anos e os primeiros fios brancos… Meu cabelo é o como o seu, sem química e gosto tanto das nuances do cabelo natural… Mas as vezes me pego pensando se não ficaria melhor se usasse alguma coisa. Tonalizante você usa ou considera química também? Tenho uma amiga que quer me convencer a pelo menos usar tonalizante, diz ela que não estraga o cabelo é que sai com algumas lavagens… fico um pouco receosa. Parabéns pela tua coragem! Forte abraço

    1. Eu não uso nenhum tipo de tonalizante. Talvez, quando o número de fios brancos for maior do que o de escuros, eu tente alguma coisa. Por enquanto estou satisfeita com o efeito “luzes” que o grisalho criou. Muito obrigada pelo comentário e pelos elogios!

  11. Tatiana disse:

    Ei , Carla! Que lindo está o seu cabelo. Adorei! Estou num dilema se faço tintura ou não, tenho muitos fios brancos. Estou avaliando o que será melhor para o meu cabelo. Um grande abraço, adoro seu blog.

    1. Pense e faça o que você decidir, não deixe ninguém decidir por você. Obrigada, Tatiana, pelo elogio ao blog!

  12. Maria Aparecida da Silva Warick disse:

    Sempre pensei que fosse luzes, está lindo. Estou tentando deixar o meu grisalho para ver como fica, pinto a anos, só que já tenho 67 anos, vamos ver se fico bem…rsrs

    1. Maria Aparecida, minha mãe tem 72 e eu a convenci. Hoje ela está muito feliz! Depois você me conta, ok? Volte sempre aqui ao blog!

  13. Vanuza Lima disse:

    uma pergunta : As roupas que usas na bancada dos Jornais é sua ou do Jornal Nacional ? Podia postar no blog onde encontramos algumas das peças. Obg E a propósito do cabelo, está bem bonito ! Combina com teus olhos e sua imágem leve e feliz ! Beijão – lhe acompanho desde o Bom dia SP, passando pelo Fantástico.

    1. Obrigada, Vanuza! Quanto às roupas, é preciso ligar no C.A.T. da Globo para mais informações, já que as roupas são providenciadas pelo Departamento de Moda. Venha sempre aqui ao blog!

  14. Elisangela Simone Galeazzi de Quadros disse:

    Parabéns, Carla, por sua coragem e atitude! Realmente não é fácil, todo mundo pergunta porque não pintar? Meus primeiros fios brancos surgiram aos 20 anos. De lá pra cá aumentam a cada ano, mas desde o primeiro instante, decidi que não pintaria, não queria me tornar refém de salões e da moda, além da correria do dia a dia, tenho alergia a alguns produtos. Fico feliz em ter tomado essa decisão, pois a mecha branca que se formou em meus cabelos é tão linda..,, posso dizer que amo meu cabelo do jeito que ele é… Hoje, aos 42, estou certa de que pretendo continuar grisalhando, assim, ao natural, sem químicas, porém com os cuidados que meus cabelos merecem. Obrigada pelas dicas.

    1. Você compreendeu o espírito da minha postagem. Queremos cabelos bonitos e saudáveis, bem tratados! E a tintura prejudica muito os fios. Muito obrigada, Elisangela, e venha sempre ver as dicas aqui no blog para mulheres da nossa idade!

  15. Alaide da Silva disse:

    Carla sou sua fã, vc é muito elegante (um mulherão)
    Meus cabelos são muito parecido com os seus, estão um pouco mais curto, passei por este processo, porque eu achava que a coloração estava agredindo, e vejo que os fios ficaram mais saudável, E quando uso produto para cabelos grisalhos os fios ficam lindos (prata).

    1. Muito boa dica, Alaide. Eu não falei disso porque ainda não experimentei. Mas agora vou usar e depois digo o resultado. Obrigada!

  16. Cleci Carvalho disse:

    Como você ficou ainda mais bonita com seus fios brancos. Amei! A dois anos tomei coragem e parei de usar reflexos, e todos os artifícios que somos quase que obrigadas a usar a medida que os anos vão se passando. Amo autenticidade, amo ser verdadeira e bela dentro dessa verdade. Não precisamos nos esconder, envelhecer não é vergonhoso. Viver somente de aparência é bem pior. Parabéns.

    1. Essa é a filosofia que eu quero passar, envelhecer não é nenhum pecado e deve ser motivo de orgulho. A paz e serenidade que vêm com a idade não podem ser afetadas por esse culto ao artificialismo e às veleidades. Estamos felizes como somos! Obrigada, Cleci, venha sempre aqui no blog.

  17. Edilene de Jesus Vieira disse:

    Estou com 37 e também deixei de pintar. Estou curtindo! Ver você assumindo os grisalhos me deu forças para continuar. Beijos!

    1. Toda mudança é difícil, Edilene. Por isso deixei dicas de como enfrentar o desafio de não pintar os brancos. Espero que dê certo e você fique cada vez mais feliz e realizada!

  18. Sonia disse:

    Carla Vilhena vc é linda ….

    1. Linda Sônia, que maravilha ler seu comentário…

  19. Edson disse:

    Fiz uma foto sua na TV, ano passado, no JN . Te enviei por Twitter. Já apareciam. Pensei que não tivesse gostado. Linda sempre.

    1. Adoro quando me mandam fotos pelo Twitter, Edson! Salvo todas para usar mais tarde no Instagram. Principalmente as da tela, quando estou na reportagem ou no Jornal Nacional. Obrigada pelo comentário!

  20. Deborah disse:

    Hoje 21/04/2017, estou te vendo no jornal, estás linda. .. Meu cabelo tem cor natural, castanho escuro, hoje qye vejos alhuns fios comprido brancos, porém ele era cacheado e há anos venho alisando e hoje em dia só faço o alisamento na raiz pois perdi os cachos, você só escova normal ou usa algo para alisa-lo ou na raiz??? BeijAo.

    1. Algumas vezes faço aqueles tratamentos de brilho, sem ser a progressiva, pois meus fios são muito frágeis. No resto é escova mesmo! Obrigada pelo comentário, Deborah, volte sempre a me visitar aqui no blog.

    1. Obrigada pela visita e pelo comentário, Bruna!

  21. Cristiane disse:

    Eu sei e entendo que envelhecer é um privilégio, mas eu ainda sou adepta em usar produtos que nos favoreçam, inclusive tinturas e hidratações que cuidem dos cabelos. Os cabelos grisalhos podem ser bonitos, mas que envelhecem não podemos negar. Um abraço

    1. Cabelos grisalhos não devem ser malcuidados, pelo contrário, senão realmente podem puxar um visual pra baixo. Mas aceito sua opinião e espero que as pessoas compreendam que estou falando de uma opção minha, não desejo ditar regras para ninguém. Obrigada pelo comentário, Cristiane, volte sempre!

  22. disse:

    Bravo! Linda! Obrigada. Passou da hora de entenderem que se os homens podem ser lindos com os cabelos grisalhos, as mulheres também podem. Alguém como você assumindo os brancos ajuda muito à eliminar o preconceito. Porque não é só a obrigação, o preço da tinta, a dificuldade de encontrar a cor certa. É também o tempo de vida perdido. Horas presa a uma cadeira num salão, geralmente nos finais de semana, em nossos poucos momentos de folga.

    1. Concordo plenamente. Pintar os cabelos deve ser uma opção, não uma obrigação, Lô. Aliás, como você mesma disse, para muitos (eu me incluo), pintar os cabelos é uma chatice. Mas é bom saber que podemos sempre mudar de ideia… Obrigada e volte sempre!

  23. Ana disse:

    Carla querida!
    Ontem te vendo na telinha, fiquei impressionada com a beleza de seu cabelo e chamei várias pessoas para me ajudarem definir se eram mechas ou naturais, tamanha a beleza!
    Nao conseguimos chegar em um consenso e agora busquei a rssposta no google…rs
    Tenho 54 anos e tenho bastante cabelos brancos .
    Vou seguir seu conselho e tentar deixá-los lindos como o seu.

    Sempre sua fã.

    Com carinho
    Ana

    1. Nossa, Ana, que emoção! Fico feliz que você tenha gostado. E, como eu disse, essa é uma decisão difícil, mas que sempre pode ser revertida. Se você se sentir bem, vá em frente! Beijos e volte sempre ao blog.

  24. Andréa disse:

    Maravilhosa! Sempre tive resistência a grisalhos. Mas, está linda! Vou repensar.

    1. Que responsabilidade a minha, Andréa! Mas o bom dessa história toda é que você sempre pode voltar atrás… Beijos!

  25. Ana Monteiro disse:

    Olá Carla, achei bem legal você não pintar seus cabelos, pois aqui no Brasil isso é associado a desleixo o que não é verdade, pois um cabelo pintado quando passa da hora do retoque fica sim com jeito de desleixo. Tenho 56 anos e nunca pintei os cabelos, na verdade devo ter um pouco menos de grisalhos do que você, nesse detalhe a natureza foi generosa pois meus cabelos são lisos e grossos e não queria estraga-los com química e nem viver nesse tipo de escravidão. Como já me aposentei resolvi também adotar um estilo simples de viver, nunca gostei de fazer unhas e tenho elas muito fracas e cutículas muito finas, então eu mesma a mantenho bem cortadinhas e lixadas e com as cutículas empurradas, não sofro com os constantes bifes que me tiravam. O importante é estarmos felizes com nossas escolhas. Lindo Blog.

    1. Você então é uma sortuda e tanto! Aproveite a qualidade dos seus cabelos e deixe-os da maneira que quiser. Quem manda em você é você! Minha mãe também não faz mais as unhas pelo mesmo motivo que você. Curta sua vida, é o mais importante. Venha sempre ao blog!

  26. Renata disse:

    Tbrn optei pro cabelo grisalhos. Tentei ser loira o várias vezes nunca tive o resultado esperado. Agora c 46 anos optei em deixa-lo grisalhos. Feliz c o resultado.

    1. O importante é que você se sinta bem e livre para decidir o que quer, Renata. Esse é o propósito do post. Obrigada pelo comentário!

  27. Renata disse:

    Tenho que confessar: me surpreendi ao ver você na bancada do jornal, de cabelos brancos!
    Tenho 37 anos (e brancos desde os 19), e decidi assumir meus brancos há 1 ano. Estou ótima… me sinto livre, mas também, um pouco solitária… adorei te ver ali, em horário nobre, no maior canal aberto da TV brasileira, fazendo apologia aos cabelos brancos!!! Amei! Sim!!! Novos tempos! Não precisamos aceitar tudo o que nos é imposto…
    fico imaginando: se a pressão é grande pra mim, que não tenho nenhuma exposição, fico imaginando para você! Parabéns pela coragem!!!

    1. Acho que você compreendeu bem o significado de tudo isso… liberdade para decidir o que é melhor para você! Obrigada, Renata, fico feliz de ver que você está conquistanto as rédeas de sua própria vida!

  28. David disse:

    Linda … maravilhosa…sempre…naturalmente wonderful

    1. Obrigada, David!
      Venha conhecer também os outros posts. Até logo!

  29. Jô Paulino disse:

    Só hoje percebi os seus cabelos grisalhos. Ficou linda. Tentarei deixar os meus naturais. Irei deixar de ser escrava das tintas.

    1. Muito obrigada pelo elogio, Jô! Eu sinto o mesmo, não gosto de ter obrigação de pintar.

  30. Juliana Dos anjos disse:

    Olá Carla, Vc está linda com seus cabelos brancos.Tenho 38 anos e queria ter a coragem de assumi-los, deixar de ser escrava de tintura. Mas é muito difícil, os fios brancos se concentram em mechas maiores na frente, aí a mãe, o marido, cobrando “Qdo Vc vai arrumar esse cabelo? ” E como fazer pra não parecer desleixada.

    1. Juliana,obrigada pelo seu comentário! Eu acho que você não tem que se sentir obrigada a fazer nada que você não queira. Seja pintar – ou não pintar! Portanto, faça o que seu coração manda, sabendo que você sempre pode voltar atrás. A decisão é sua. As dicas de como não parecer desleixada eu coloquei no post. Espero que funcionem pra você.

  31. Sandra Dionisio disse:

    Carla Vilhena, admiro-a como jornalista, e quanto aos seus cabelos grisalhos, não vejo problemas, pois acho você linda e carismática, mas gostaria de fazer uma observação: Olhando para telinha acho a aparência do seu cabelo, corte ou jeito de arrumá-lo, muito estranho, como se tivesse um volume na raiz (uma tigelinha)e liso do meio para pontas, desculpe-me, dá uma analisada. Agora as fotos aqui publicadas, grisalhos ou não, você está com um ar jovial e bonita. Sugestão: repartir o cabelo de lado, fazer uns leves cachos despojados nas pontas. Abraços. Acho você linda!

    1. Oi, Sandra, obrigada pelo comentário, mas o meu cabelo tem vontade própria… nem sempre ele quer obedecer ao maquiador de plantão. Agradeço os elogios, venha sempre ao blog!

  32. Andreia A A Pfeiffer disse:

    Ola. Adoro a cor do seu cabelo. Você além de linda é muito simpatica. Eu ainda pinto o meu e o meu problema é justamente achar uma cor que me agrade no “mercado”. Um castanho acinzentado com aspecto natural. Normalmente meu cabelo fica avermelhado no sol. Pinto de loiro escuro acinzentado mas de cinza nao tem nada. Tenho 49 anos. Ainda não tinha pensado na possibilidade de deixar o natural pois tenhos bastante branco. Gostei muito do seu relato.

    1. Você viu que eu tive o mesmo problema, Andreia. Eu acho todos os tons de castanho muito avermelhados. Que bom que você gostou! É bom sabermos que a tintura de cabelo não precisa ser uma escravidão, mas apenas para quem desejar.

  33. Katia disse:

    Carla, gostaria de saber o que você fez para alisar seu cabelo, ele está muito bonito e com aparência natural. O meu cabelo é cacheado como o seu.
    Obrigada

    1. Faço alguns procedimentos, Kátia, como o Apple e o verniz, aplicados no cabeleireiro, mas na maioria das vezes, trato em casa com hidratação e faço escova eu mesma. Obrigada pelo elogio!

  34. Myrtes Lima disse:

    Oi Carla que linda! Obrigada por ser uma grande referência, ainda mais qdo decidimos por algo que pra muitos ainda é visto com certo desleixo, e vc fala tão bem cada passo desse processo.
    Tenho 46 anos, e há 6 meses sem tintura, é uma luta rs. Mas sigo com meu objetivo ser menos eacrava da ditadura da beleza hehe. Bju querida e sucesso sempre.????????

    1. Myrtes, que alegria ver seu comentário! Não pretendo levantar nenhuma bandeira, mas apenas fazer as pessoas se amarem mais com menos artifícios. Ainda precisamos evoluir muito como sociedade para apreciar o charme da maturidade feminina, mas enquanto isso podemos melhorar como seres humanos, usando menos artificialismos e química no nosso corpo. Sucesso!

  35. Yasmim disse:

    Tenho 27 anos e os fios brancos já me acompanham. Tenho os cabelos muito preto ( cor natural dele, e tô com receio de pintar e ficar dependente. Ao mesmo tempo medo de me encher de fios brancos e aparentar ser mais velha, até porque a ignorância da sociedade impõe que cabelo branco é sinal de desleixo. Estou tentando me acostumar com a ideia de ter fios brancos. Como eu faço pra passar por essa transição sem neura? Sou muito vaidosa

    1. Yasmin, você tem como aliada a sua idade, com aparência bem jovem. E pense que sempre você pode voltar atrás e pintar da cor que você quiser. Nada é tão definitivo assim. Convença-se do que você quer fazer e siga as dicas do post. Boa sorte!

  36. Isly Viana disse:

    Tava ansiosa por esse seu post. Também sou jornalista, trabalho em TV, e as críticas são inevitáveis quando as pessoas vêem um branquinho surgindo nos meus cabelos negros! Sempre fui louca pra que a moda dos brancos se espalhasse pelo Brasil quando os meus começassem a surgir.. ainda não consigo lidar com as pressões, mas estou cada vez mais empenhada em enfrentá-las. Comecei a perceber a naturalidade dos seus numa foto junto com a Michelle Loreto, minha amiga de faculdade aqui do Recife. Parabéns pela coragem. Obrigada pela inspiração. 😉

    1. Isly, eu não planejei nada quanto aos cabelos, apenas não gosto de pintar e espero conseguir mantê-los bonitos mesmo assim… Boa sorte! Obrigada pela mensagem e saudades da querida Michelle!

  37. Camila Alves disse:

    Conhecendo agora o seu blog e já amando o conteúdo. Esse post então, eu amei! Parabéns pela decisão. Tenho 27 anos, e os fios brancos já surgiram em mim há alguns anos. Tenho poucos, mas nunca pintei meu cabelo e pretendo continuar seguindo assim. Lendo essa sua história, com certeza vai ser mais uma inspiração pra mim. O importante é nos sentirmos bem.

    1. Quando eu comecei a deixar os brancos, eles eram poucos. Agora, aparecem bastante, mas estou já acostumada. Me sinto bem de não estar perdendo tempo com tinturas, e aproveitando em coisas mais prazerosas. Isso não quer dizer que não possamos mudar de ideia quando quisermos… é bom ter essa liberdade, né Camila?

  38. Rozana disse:

    Oi Carla,
    Inspirada em vc decidi em 2018, deixar de ser escrava das tinturas, vou assumir meus cabelos brancos e gostei das dicas que vc deu. Obrigada!

    1. Que legal! Faça o que tiver vontade, ninguém tem o direito de dizer a você algo em contrário. Obrigada por ter sido inspiração, mas sinta-se livre pra mudar, se quiser, Rozana.

  39. Glaucia disse:

    Eu tenho 43 anos e ponto os cabelos desde os 26. Decidi q chega. Coloquei eles mais claros e com apenas dois dedos de raiz já ouvi pra deixar de ser desleixada… q cabelo branco é coisa de gente velha… que não se importa c a aparência… ouvi tantas coisas horriveis. Acho muito triste a mulher ser “obrigada” a estar sempre magra, penteada é bonita da hora q acorda a hora q vai deitar. Eu ainda não acho meus brancos bonitos, mas do mesmo modo q deixei de ser escrava de alisamentos eu quero deixar de ser escrava das tintas. E queria q as pessoas apenas respeitassem a minha decisão. Hoje tenho recorrido ao artifício de um spray q disfarça os brancos… vou usa_lo até estar em um bom tamanho para eu cortar e finalmente ver o resultado. Obrigada pelo incentivo.

    1. Gláucia, você é uma pessoa corajosa para sustentar suas decisões. Faça o que deixar você bem. Não se incomode com os comentários maldosos, olhe para o espelho e julgue você mesma. Força!

  40. Tathiane Cordeiro disse:

    Achei muito legal o fato de você responder a todos os comentários. Estou com 30 anos, tenho dois filhos e estou com alguns cabelos brancos. Mas acredito que não serei escrava da tintura. Vou me espelhar em você e aceitar isso. Nunca fui vaidosa, quando era mais nova tinha a desculpa da minha beleza natural para não usar maquiagem. Hoje preciso passar quando vou a algum evento. Sucesso na sua carreira. Já quis ser jornalista, mas com o tempo vi que não era minha praia! Tudo de bom novamente!

    1. Olá, Tathiane, às vezes demoro um pouco, pelo excesso de atribuições, mas gosto de responder pessoalmente a todos. Eu tento viver de uma forma em que possa me dedicar mais às coisas essenciais. Não gosto de perder tanto tempo com tintura de cabelo, mas um dia posso até mudar, por que não? O importante é a liberdade de fazer o que queremos, sem ofender ninguém.

  41. Michele Oliveira disse:

    Boa tarde Carla Vilhena.
    Meu nome é Michele , moro em Guarulhos.
    Tenho 33 anos, e tem 6 meses que não pinto meu cabelo.
    Estou tentando assumir os fios brancos,mas já tenho escutado criticas,e é muito engraçado quando alguém vai conversar conosco e ao invés de olhar nos olhos olha para o cabelo. kkk
    Tenho mais fios brancos na frente, meu cabelo é comprido na altura do sutiã.
    Tenho uma duvida! Se já preciso passar algum produto,para não ficar amarelado.
    Ainda são poucos fios.Minha cabeleireira fala que não tem a necessidade ainda,mas fico meia assim.
    Obrigada por dividir conosco essa força.

    1. Michele, acho bom você seguir os conselhos da sua cabeleireira, pois eu não conheço bem esses produtos… Obrigada pelo comentário!

  42. Claudia disse:

    Assumi os meus aos 33. De lá para cá são 12 anos de muito sossego e muitas perguntas. Os elogios vêm, sobretudo, dos homens. Recomendo a todas: empoderamento no grau máximo!

    1. Gozado, isso, apesar de nos sentirmos bem com a evolução natural das coisas, muitas vezes essa liberdade incomoda aos outros, né, Claudia?

  43. Carla, sou seu fã e admirador secreto, desde a infância.
    Uma fruta madura é tal como uma mulher madura. Está maravilhosa!

    A SENSUALIDADE DA MULHER MADURA

    A mulher madura,
    Tem seu próprio encanto
    Mesmo feliz ou em prantos
    Demonstra a sua sensibilidade
    Que se mistura à sensualidade
    É segura e ama como ninguém
    Ela é pura e verdadeira
    E paralisa no amor
    Com seus atos de feiticeira
    Exala perfume de flor
    Deixa de ser gata e passa a ser loba
    E pode virar uma fera
    Se ferirem a sua integridade e sua moral
    E se mexerem com o seu emocional
    Extravasa na beleza exterior
    E surpreende com a interior
    É através do seu olhar,
    Que consegue demonstrar
    Quando quer o seu amor conquistar
    No seu corpo de mulher
    Muitas vezes, um jeito de menina
    E no ato, uma selvagem felina
    Quando independente
    Enfrenta os problemas de frente
    Ousada, quando está apaixonada
    Quando quer, é um ser excitante
    Se vaidosa, se faz provocante
    Quando passa, muitas vezes arrasa
    Tem sangue quente feito brasa
    Ela brilha até na escuridão
    Ela é um raio sem trovão
    Ela não precisa de promoção
    Seu outdoor, é a sua locomoção
    A mulher madura, é razão, é coração
    E diga-se de passagem,
    Deus a fez com perfeição.

    1. Agradeço em nome de todas as mulheres maduras que se sentem livres e prontas para serem felizes, Paulo!

  44. Karina MM disse:

    Carla. Te juro que nunca tinha reparado em seu lindo cabelo grisalho. Hoje quando li essa sua postagem fiquei admirada e mais encorajada. Você está linda desta forma.
    Meus primeiros brancos apareceram quando eu tinha em torno de 17 anos. Você imagina a tristeza né? Tão jovem e já com brancos… E desde então sempre pintei, muito mais por gostar de mudar o visual, mas depois dos 30 comecei a reparar que a coisa ficou mais tensa… Nesta época fazia luzes e já reparava que não dava mais para disfarçar tanto como antes.
    Saí das luzes e comecei novamente com a tintura, mas algo sempre me dizia que eu devia tentar o grisalho e não tinha coragem.
    Hoje estou nesta transição (quase dois meses sem tintura) e sinto que vou me surpreender positivamente com o resultado, mas essa fase é bem sofrida… metade tinta e metade grisalho me deixa um pouco em desespero, com pensamentos de desistência em momento de baixa auto estima.
    Estou tentando não desanimar e ler um relato desses, assim como outros que aparecem devido a nova onda grisalha no Brasil, me ajudam muito. Obrigada pelo exemplo de atitude e beleza.

    1. Karina, fico feliz por servir de incentivo a tantas mulheres que não se sentem mais confortáveis com os cabelos pintados. Não sei se continuarei assim, mas uma coisa é certa: quero ter o direito de escolher e não ser obrigada por convenções que não me servem. Obrigada por seu comentário tão sincero e incentivador.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Contato:
(11) 99795-9819 Carlos Monnerat - horário comercial
Newsletter:
© Copyright 2019 - Carla Vilhena. Todos os direitos reservados. O conteúdo deste site não pode ser reproduzido, distribuído, transmitido ou usado, exceto com a permissão prévia por escrito. Site by Miss Lily